Áudio e resumo da entrevista no The Marco Show

0

Dando continuidade à maratona de entrevistas em rádio hoje, Christina também deu um alô ao público do The Marco Show, e você pode conferir ou baixar o aúdio neste link. A entrevista tem pouco mais de 8 minutos.

Ela falou que sumiu no ano passado porque passou a maior parte do tempo gravando Burlesque nos estúdios da Sony e o álbum no estúdio pessoal dela, chamado de “The Red Lips Room” (quer nome mais apropriado? A Sala Lábios Vermelhos).

Ela diz que o álbum é bem pop e divertido. Ela falou não faz música tão pop desta forma deste o primeiro álbum, mas desta vez ele é mais sofisticado, maduro e ainda mais divertido. O Max, obviamente, foi a inspiração, e ela está muito empolgada em “voltar para as raízes” (palavras dela). Ela diz que todo o álbum foi dedicado ao Max, que a ensinou um nível mais profundo de paciência e amor.

O DJ brinca que ama conversar com ela, porque outros artistas descrevem o álbum ou o single com uma ou duas palavras, e ela tem palavras demais para falar do trabalho que produz. Ela explica novamente o título do álbum, que representa a necessidade de ser superhumano para dar conta de tudo que é capaz de fazer – ser mãe, esposa, atriz, cantora, empresária, etc. Eles brincam que ela deveria ser candidata à presidência, com um discurso tão coerente.

Ainda na vida pessoal, os ‘domingos pelados’ continuam de vez em quando, mas a casa em si tem muita nudez, em quadros e artes diversas.

Claro, a pergunta Britney Spears voltou à tona, por algum motivo. Ela diz que eram amigas sim, e que no começo da fama de ambas, elas brincavam com os boatos – ligavam uma para a outra para saber se “é verdade que você comprou uma casa em Londres?”, e riam juntas. Ela comenta que todos querem vender histórias e não passam de boatos, e que esse tipo de comparação vem com o território e é algo que ela aprendeu a lidar nestes dez anos na mídia. Ela também diz que não lembra a última vez que elas conversaram.

Ela diz que Burlesque tem filmagens lindas com atores excelentes, e está muito empolgada com o lançamento do filme também.

Ela conversa, novamente, que sabe que terá que pensar muito em como expor Max a certos aspectos da carreira dela. Diz que tem ciência de que, numa certa idade, ele não vai querer ver alguns dos clipes da mãe perto dos amigos da escola. No fim, foi uma boa entrevista!

Responder

Por favor, comente
Por favor, digite seu nome