Billboard muda regras para prevenir recordes excessivos na parada

0

Vale tudo por um recorde. Nos últimos meses, a briga por recordes na Billboard tem valido tudo: álbuns distribuidos praticamente de graça em lojas virtuais, singles a preço de bagatela, edições Deluxe lançadas meses após a versão principal, remixes para todos os lados. Esse não é um artigo sobre a Christina, e sim sobre música. Como Christina, Billboard e música andam lado a lado, achamos que seria legal postar sobre algumas mudanças anunciadas hoje pela principal para americana.

Isso mesmo: a partir de hoje, as regras mudam. São estratégias de marketing que precisarão ser revistas, porque não valem mais. A Billboard informou, em nota à imprensa, que os álbuns vendidos por preço inferior a US$ 3.49 nas primeiras quatro semanas de lançamento, não farão mais parte das paradas nem terão as vendas contabilizadas pela Nielsen Soudscan.

Na nota divulgada no site da Billboard, o editou explicou que a ideia surgiu depois do lançamento do álbum “Born This Way” de Lady Gaga, vendido a 99 centavos. Eles chegaram a conclusão de que álbuns vendidos por centavos não refletem a parada de forma fiel, razão pela qual escolheram o valor de US$ 3.49, o que autoriza 50% de desconto sobre o valor médio de um disco digital. Esse montante deverá ser multiplicado caso o álbum tenha múltiplos discos com conteúdo em áudio, incluindo edições Deluxe digitais com mais de 9 faixas novas.

A medida também será aplicada a singles vendidos a menos de 0.39 centavos nos primeiros três meses de lançamento. Nesse caso, ele não poderá entrar na parada. O mesmo se aplica a dias especiais de descontos, que deverão ser excluídos da contagem da semana. As regras não se aplicam a descontos aplicados de forma ampla em uma loja.

1 comentário

  1. CONCORDO… QUE COISA MAIS CHATA A VACA DA GAGA FICAR SE GABANDO QUE VENDEU BASTANTE NA 1ª SEMANA, SENDO QUE BOA PARTE FOI A PREÇO DE BANANA (acho que até banana está mais caro)

  2. Desculpa pessoal, eu sei que é feio ficar rebaixando um artista, mais eu nao resisto! Nao consigo gostar da Gaga!

  3. Se os álbuns da xtina fossem vendidos por 99 centavos,ela ganharia muito dinheiro! E ficaria muito mais nas paradas.

  4. Nunca considerei BTW um fenômeno de vendas… se compararmos as vendas em questão de valores Bionic vendeu o mesmo….

      • Sim foram +- 430 mil a 0,99 parte em que fiz a comparação. ÓBVIO que ela vende muito gosto do que ela faz, Só não considero um fenômeno prá ser recordista, parte que a própria Billboard observou, só mencionei em valores pra ver que ela não ganhou “nada” com a venda desses 0,99, um clipe dela talvez é mais caro que isso…

      • Victor, o preço promocional foi o da Amazon, acho que 400 mil cópias foram vendidas por lá, como disse o Douglas. Em termos de custos, não deve ter valido a pena. Claro que as vendas de primeira semana foram louváveis mesmo assim, mas como quem mudou a regra foi a Billboard, deve ser justamente porque acreditou que não representou bem.

  5. “…a ideia surgiu depois do lançamento do álbum “Born This Way” de Lady Gaga, vendido a 99 centavos. Eles chegaram a conclusão de que álbuns vendidos por centavos não refletem a parada de forma fiel…”

    Vergonhoso,viu?

    Acho digno billboard [+1]

  6. acho isso muito justo! sei q não tem muito haver c/ o q tá sendo discutido aí, mas acho q como fã devo dar 1 opinião sobre a próxima fase dela: adoraria q ela mudasse o jeito de se vestir, esse visual é muito bionic, e dar uma mudada no cabelo e quem sabe até esquecer de vez esse batom vermelho q desde 2004 ela não larga!

  7. Eu vi essa notícia em outro site! Ja passou da hora da Billboard tomar uma providência nesse sentido. Com certeza veremos resultado no próximo lançamento da Xtina.

  8. Ilove, e quanto ao farejador? Vocês viram que Moves Like Jagger caiu apenas 1 posição, está em 5º. E porque não aparece a atualização em rádios no farejador, já findou… =/

    • Acho que agora as premiações têm que parar com votações por fãs e voltar pra uma banca. Só assim pra evitar que Justin Bieber ganhe de Kanye West em melhor artista, ou que Katy Perry leve um melhor vocal ao vivo por aí…

      • Concordo plenamente com o iLOVE. É incrível como o nível de talento musical caiu. Não desmerecendo vários cantores, mas tem gente ganhando prêmio adoidado sendo que o talento real só existe dentro de estúdio, usando milhares de efeitos e auto tunes. Enquanto gente verdadeiramente talentosa não está ganhando tanto assim.

  9. Sabe qual é o lado ruim disso tudo? Esses que “venderam” e quebraram recordes, serão “eternizados” como GRANDES ARTISTAS e bater este “recordes” será um pouco mais difícil, porém, quem conseguir, será merecedor.

Responder

Por favor, comente
Por favor, digite seu nome