"Hearts & Clubs" – Mais sobre a série de Christina e o que ela representa para a ABC Family

0

O anúncio oficial de “Hearts & Clubs” pela ABC Family nesta semana não foi um anúncio qualquer. Durante a coletiva de imprensa organizada pelo canal para anunciar a programação 2015/2016, ficou claro que a aposta na série produzida por Christina faz parte de um grande plano de mudança de foco do canal.

Não temos acesso à íntegra da apresentação, mas o Hollywood Reporter, que estava na coletiva, diz que “Hearts & Clubs” é um drama musical roteirizado que será parte essencial de uma completa reforma do canal ABC Family. Isso mesmo, a rede está passando por uma repaginada (que poderá, inclusive, mudar de nome) e aposta em Christina para fazer parte disso.

Para quem não sabe, o canal ABC Family é o braço jovem da gigante ABC (concorrente direta da NBC), que tem foco voltado para o público na faixa dos 14 aos 34 anos de idade. Esse foco não vai mudar, mas vai ser explorado de maneira menos infantil, mais sóbria e com mais música. Essa nova estratégia considera o público alvo como “becomers”, faixa etária que compreende as mais importantes primeira-vez da vida de uma pessoa: do primeiro beijo ao primeiro filho, passando pelo primeiro emprego, primeiro carro, primeira casa…

Com isso, a programação feita pelo próprio canal (incluindo Hearts And Clubs) vai dobrar de tamanho e já começa em junho, com a estreia da nova temporada de sua principal série, “Pretty Little Liars”. Mas a série produzida por Christina, que ainda não tem data de estreia nem elenco confirmados, é uma das grandes apostas da nova e mais madura imagem do canal.

Segundo a rede, “Hearts And Clubs” terá uma “trilha sonora incrível”, será feita por Christina em parceria com Austin Winsberg (de Gossip Girl) e pode ser comparada a Glee, “mas com um visual mais sério sobre a vida de artistas e sem a mensagem politicamente correta do musical da Fox“.

1 comentário

  1. “mas com um visual mais sério sobre a vida de artistas e sem a mensagem politicamente correta do musical da Fox“.

    ai gente me desculpem, mas achei isso tão Empire. Que fala sobre os artistas, os gangsters, sobre os gays. E problemas sérios como a doença ELA, os diagnósticos errados, Bipolar etc… E também é musical.

    Desculpem a comparação mas é inevitável, só de perceber a mensagem dessa linha.

Responder

Por favor, comente
Por favor, digite seu nome