Álbum 6 terá colaboração de Christina com Elle King

10

Segundo a nova edição da revista Elle, a cantora Elle King foi recrutada por Christina para uma colaboração na composição de música(s?) do nosso aguardado novo álbum. King é uma cantora de pop rock indie que chegou a conquistar um sucesso mainstream no ano passado, “Ex’s e Oh’s”, e cujo LP “Love Stuff” conquistou algumas indicações ao Grammy e o topo das paradas Rock e Alternativas da Billboard.

Na matéria da revista Elle, artistas indicam alguns de seus artistas atuais favoritos, e é aqui que vem a revelação de que Christina chamou Elle King para compor no álbum 6. Junto com a informação, a revista narra as palavras de Christina sobre a artista: “Ela é honesta, as pessoas podem se identificar facilmente com ela, e ainda é um tanto ousada. A forma como ela conta histórias é muito sincera”. Abaixo, confira um dos trabalhos de King e o trecho da revista Elle onde a revelação é feita:

10 comentários

  1. É bem diferente da vibe de nomes que sempre pintavam para gente nos últimos anos, eles tinham algo em comum, tipo Pharrell, Premo ou Da Internz, já a Elle vai para algo completamente longe disto. Embora seja apenas composição, é algo interessante.

  2. Eu e uma amiga amamos Ex and Oh`s, música ótima. Agora, realmente, a vibe dela é bem diferente dos outros produtores envolvidos. Múltiplos álbums???

  3. Nem tão diferente se lembrarmos que também terá A Great Big World.

    Christina me parece desenhar um Álbum retro mesmo, tenho insistido nisso.
    Os sons que envolvem os produtores, e até alguns visuais adotados por ela recentemente no The Voice.

    O novo álbum tem tudo para passear entre Folk, Funk 70, Rock/ indie 80 e o maravilhoso pop 90.

    Oremos, dia 5 talvez teremos um norte.

    • Mesmo que isso não aconteça gostei muito da tua descrição do álbum. Era fantástico ter essa vibe rock mas também funky.

      Quanto a dia 5, não espero , de todo, um single. Ainda há pouco tempo o DJ Premier disse que o álbum ainda não tomou forma. Tendo isso em conta e que o álbum está apontado para mais o final do ano, um single seria muito cedo.

      Acho que pode ser uma performance especial apenas, seja cover ou medley com uma boa produção audiovisual. O retorno à arte de performar.

      Veremos dia 5. O que vier é bem-vindo.

      • Sobre Premier, talvez seja o produtor com menos relevância nesse trabalho até o momento. Gosto muito dele, porém desde bionic ele tenta trabalhar com ela, e talvez ele nem esteja tão aparelho da pré produção do todo assim viu.

        Eu acho mesmo que a performance não será de single para um novo álbum, mais sim um feat possivelmente com a Gween.

        Mudando de assunto rs

        Na matéria diz que a Pink está trabalhando junho com a Demi e Jennifer Hudson? God!

Responder

Por favor, comente
Por favor, digite seu nome