Leia a tradução e assista na íntegra a coletiva de Christina no Marrocos

21

Já se encerrou a coletiva de imprensa de 30 minutos com Christina no Marrocos (veja a íntegra aqui). Caso inglês não seja sua praia, fizemos abaixo uma transcrição completa do bate-papo, que passou por alguns assuntos genéricos mas também deu respostas bem interessantes sobre a setlist de amanhã e sobre segredos envolvendo a performance cancelada com o holograma de Whitney. Confira e lembre-se, eu fiz a transcrição correndo enquanto era transmitido, por isso, desculpem-me de antemão por qualquer erro! Espero que não esteja muito ruim :X

Como foi sua experiência vencendo o The Voice no papel de primeira mulher jurada a conseguir isso e, com o fim da temporada, quais seus planos para os álbuns que você está gravando? Ouvimos que são dois, um em língua espanhola e o novo em inglês.

É, finalmente uma jurada teve uma vitória no programa! Toda temporada eu torcia para que uma mulher levasse o prêmio, até mesmo entre as candidatas já que em 10 temporadas apenas três tiverem mulheres vencendo. Dentre as juradas, as juradas estavam em desvantagem já que eram três homens contra uma – o que vai mudar na temporada que vem com duas mulheres contra dois homens, finalmente! E justo Alisan, entre todos, levar o prêmio – foi muito merecido, ela trabalha muito, deixou te passar tempo com os filhos mas também se manteve firme no papel de mãe. Não teve preço, ver os filhos dela na final gritando “mamãe venceu, mamãe venceu!” Foi lindo, especial e fez todo o trabalho valer a pena! [encerrou a fala]

E o álbum?

Ah, é! Estou trabalhando nele ainda, prometo que tem muita coisa divertida para acontecer. Ele definitivamente contará muitas verdades sobre mim e sobre quem eu sou agora, o quanto cresci e como aprendi muito ultimamente, até mesmo no programa. Ele [o álbum] é o ambiente onde eu posso falar tudo o que eu quero mesmo falar [risos] e por isso ele será muito importante para mim. É onde eu vou falar muito do que penso, terá muita honestidade perante meus fãs. É claro, ele será bem inspiracional, a música que faço é para meus fãs e muita dela surgiu nos momentos de dor, como forma de superar obstáculos e encontrar minha voz.

É sua primeira vez no Marrocos, certo?

Sim!

Você já conhece algo da nossa cultura, do nosso país? O que você aprendeu vindo aqui?

Como eu nunca estive aqui antes, acabei de me empolgando ainda mais para participar deste festival. Vai ser um momento bacana de ver diferentes pessoas e diferentes culturas juntas, e sempre que posso participar desse tipo de celebração, eu topo porque é maravilhoso ver isso. E eu amo festivais que acontecem em espaços abertos, você celebra sob o céu, na natureza, sem o confinamento de um espaço fechado te limitando. Eu cheguei durante a noite, não tive a oportunidade ainda de ver muito do país – mas já pude aproveitar um pouco do que vi no caminho, sem pressão. Essa é a primeira vez que saio do quarto do hotel desde que cheguei, então tudo o que vi, basicamente, foi em filmes. Mas é lindo demais, tudo encantador, tudo com muitas cores – e eu sou uma pessoa muito visual, por isso acho tão lindo tudo o que tenho visto até agora… estou empolgada por estar aqui e pronta para absorver tudo isso pessoalmente!

Seu último filme foi Burlesque. Tem algum plano para fazer outro filme?

Ainda não, ainda não. Eu tenho interesse em fazer mais filmes mais para frente… mas eu preciso acreditar de verdade no projeto, sentir paixão por ele. Isso vai levar tempo, com certeza… ainda mais agora que eu acabei de fechar minha temporada do The Voice, onde me diverti muito mas agora estou com o foco em outras áreas. Eu quero amadurecer e virar a página para um novo capítulo antes de voltar para atuação, seja no cinema, na TV ou quem sabe até mesmo estrear minha própria série, tenho feito televisão há um bom tempo agora. Mas quero mesmo é voltar para minha música, essa é minha principal prioridade. Então sim, eu quero fazer mais filmes mas tenho outros projetos antes.

Você mandou um tweet para Cher no aniversário dela, qual é o relacionamento entre vocês duas?

Eu me diverti muito com ela no filme! Eu fico feliz demais só de estar ao lado de mulheres tão poderosas. Esse meio é dominado por homens na maior parte do tempo, especialmente no The Voice, e eu amo quando tenho a oportunidade de trabalhar com outras mulheres, como Pink e Ariana Grande. Eu me divirto, adoro estar ao lado de outras mulheres tão fortes. E Cher foi ótima – uma grande mentora, grande professora, cheia de conselhos durante aquela jornada. Alguns conselhos pessoais também, que nada tinham a ver com a atuação. Ela passou por muita coisa durante a carreira e durante a vida dela. É uma mulher que enfrentou bastantes obstáculos e isso é muito mais difícil de fazer quando se está sob o olho do público. Ela sobreviveu a isso tudo e eu a admiro muito por isso.

O que você acha do povo, da cultura e da comida marroquina, e qual sua expectativa para seu show no festival hoje?

É amanhã! [risos] Hoje eu vou descansar! [risos]. Mas como eu acabei de chegar, ainda não tive a oportunidade de ver muita coisa além do meu hotel. Até agora, a comida tem sido deliciosa e eu tô com muita vontade de sair para explorar e conhecer o Marrocos enquanto estiver aqui. Parte do motivo de eu ter viajado essa distância toda é para ter alguma aventura aqui! E as pessoas todas têm sido tão gentis, tão doces… Eu agradeço a todos por isso, é muito bom se sentir bem-vinda. Quanto a performance, estou muito empolgada! Vai ser um set um pouco mais longo do que os últimos, vai incluir algumas coisas novas com algumas surpresas pela frente. Um set muito divertido, cheio de ação!

Você comentou que você e Beyoncé juntas resultaria em uma combinação bem ousada. Isso significa que você está aberta para fazer um dueto com a Queen B?

Tudo é possível, foi em resposta à uma pergunta que me fizeram no tapete vermelho do The Voice e o nome dela foi o que logo me veio à cabeça. Eu já fiz muitos duetos, muitas colaborações – algo que amo fazer – e acho que nós duas daríamos uma dupla incrível, sim! Não tem nada concreto sendo conversado, mas quem sabe… fica a dica [risos].

Sobre a performance cancelada no The Voice pelo Espólio de Whitney, disseram que foi por algum problema em colocá-la no ar. Foi esse mesmo o motivo?

Bom, sendo bem rápida no assunto, porque algumas coisas não podem, a gente… foi uma complicação com a CGI [efeito de computador], o talento dela era grande demais e demandava que os efeitos visuais estivessem perfeitos, no ponto certo para serem exibidos. O motivo foi esse mesmo, tudo o que foi detalhado nas notas à imprensa – MAS, não dá para dizer que o trabalho foi definitivamente perdido. Eu adoraria que ele fosse lançado um dia, foi muito legal gravá-lo e eu o gravaria novamente se preciso.

E você vai mandar a ver no batom vermelho hoje? [risos]

[Risos] Amanhã? Espera pra ver 🙂 Um clássico Xtina, né?

Qual é a importância de compartilhar experiências com os aspirantes à indústria?

É o que há de mais importante, dividir experiências sobre sua paixão. Eu amo música e tudo o que a envolve, inclusive ajudar pessoas que amam cantar e sonham com esse mercado. Todos começamos com esses sonhos que nunca deixam de existir – eu também tenho meus próprios sonhos a realizar e coisas a alcançar, que ainda alcançarei – e eu amo estar na posição de ajudar novos cantores. Mesmo no MasterClass.com, onde ensino cursos no meu próprio tempo, sem sobrecarga de edição, sem filtro, só meus conselhos, desde técnicas de respiração quanto auto-confiança. Isso porque cantar não é tão preto no branco, não tem um jeito certo e um jeito errado de fazer as coisas. Todos são diferentes e eu acho que é isso que tento incorporar no meu estilo de mentorar, inclusive no The Voice. Todos são diferentes e têm algo próprio a oferecer, então sempre busco descobrir qual é a marca própria de cada um. Às vezes são as imperfeições que transmitem as emoções e é isso que eu procuro na música.

Você se vê como uma veterana? Porque quando você surgiu na indústria, existia uma espécie diferente de estúdios de gravação e etc, e agora, o foco está em redes sociais e tudo mais. Você acha mais difícil agora de estabelecer uma carreira?

Eu sei o que você quer dizer, porque a informação em torno do ouvinte agora é muita. As coisas estão mesmo muito diferentes, as pessoas não esperam mais para ouvir um álbum novo, ou uma novidade sobre ele, ou conteúdo inédito – e isso tem um lado positivo e um negativo. Eu sinto falta dos dias em que você criava uma expectativa para um novo álbum – embora, comigo, eu tento mantê-la já que costumo demorar um pouco no meu processo – espero ter lançado algo até o fim do ano. Mas isso tudo me faz sim me sentir como uma veterana nessa indústria – eu batalhei para chegar nesse ponto, cresci dentro deste meio desde que eu tinha 7 anos de idade – e com isso, além de ser uma mulher e de ter enfrentado muito preconceito de gênero, eu sinto que dediquei muito esforço para chegar aqui. Mas não estou nem perto de encerrar esta trajetória e o próximo capítulo muito me anima.

[Nova pergunta sobre o holograma, mas na língua deles e por isso não entendi bulhufas, heh]

Esse é um assunto jurídico entre o departamento legal da NBC e da empresa que fez o holograma, mas é – os efeitos especiais feitos em Whitney não ficaram da forma como haviam sido prometidos e por isso perderiam o prazo para exibição da performance. Mas é só a tecnologia alcançar o talento e a grandiosidade de Whitney para algo acontecer. A família de Whitney não foi nada além de querida e gentil comigo. Nós conversamos muito sobre Whitney, eu a encontrei várias vezes no passado e, embora você possa se decepcionar ao conhecer algumas pessoas que admirava, Whitney foi uma que nunca decepcionou. Ela sempre foi muito elegante, muito inspiradora. Uma vez fui fazer um tributo a ela, tremendo de medo, pois ela estaria lá me assistindo cantar “I Wanna Run to You”, e não é nada fácil cantar na frente de seu ídolo – e acabou que não tinha como ela ser mais doce do que foi. Totalmente segura, prestando apoio… ela era mágica. Por isso foi uma honra ser convidada pela família para gravar esse dueto do holograma, que espero que seja liberado um dia.

[Outra pergunta enigmática, mas envolvia o Champions League. Eu acho.]

[Risos] Estou completamente focada em conhecer o Marrocos enquanto eu estiver aqui, além de fazer meu show. Mas me conta depois qual foi o resultado [risadas]!

21 comentários

    • O visual dela tbm ficou bem provocante sem se mostrar muito. Imaginei ela com uma burca bem sensual… #alice…. com isso, ela nunca mais pisava os pés lá! kkkkk

  1. Que lindo o que ela pensa sobre a Cher! Tô vendo que esses últimos anos foram escolhidos por ela mesma para aprender sobre a televisão, e agora, pelo que ela tem dito, quer dar um tempo e voltar para a música como antes. Espero que dê tudo certo <3

  2. Ao que parece o sucessor de lótus promete hein. Eu estou com altas expectativas e independente da minha vontade o importante é que ela leve o tempo que for preciso para dar vida a sua arte 😀

  3. Tomara que ela divulgue bastante esse novo álbum porque sem divulgação e sem The Voice ela vai sumir do mapa, querendo ou não se não fosse pelo The Voice não teríamos quase nenhuma notícia dela e não adianta culpar o programa pelo falta de divulgação do Lotus pois todos os outros mentores continuam com seu trabalho de cantor mesmo estando lá se ela não saiu em turnê foi porque não quis e não por conta do programa

  4. Obrigado pelo carinho ao traduzir, Ilove (sempre será pra mim).
    Estou mega feliz com a felicidade notável dela! 💓💓💓💓

  5. OMG ela está tão segura, não tenho duvida de que vai vir muita coisa boa pela frente. pois ela merece tudo de bom. Ansioso aqui por esse show <3

  6. ANSIOSO PRA CARAMBAAA. Imagine os backdrop do telão, intro com Bionic (como nos últimos shows privados) e um set maior. Ainda bem que vai ser televiosionado! Já espero que seja a melhor apresentação em anos já que é o primeiro show “completo” desde 2008.

  7. Será televisionado mas será ao vivo ou gravado para passar outro dia? Se for ao vivo, alguém sabe que horas começa ou se tem algum link onde podemos assistir?

  8. obrigado, ilove!

    adorei a resposta dela sobre as mulheres na indústria e citando a pink e ariana. quanto ao álbum, resposta verdadeira mas padrão… poderia servir de resposta pra qualquer dos álbuns dela.

    ansioso pelo show de amanhã!

  9. Por mais permissivo que seja o Marrocos e dentro da sua cultura muçulmana um pouco mais “liberal”, será que a Xtina muda o repertório dela?

Responder

Por favor, comente
Por favor, digite seu nome