Broadway 4D deve retomar neste ano, Christina é destaque do mega-projeto

3

A novela do Broadway 4D continua: depois de tanta incerteza cercando o relançamento do Times Square Theatre em Nova Iorque, a expectativa dos novos responsáveis pelo projeto é que ele seja concluído neste ano. Para quem não sabe, o Braodway 4D é um musical filmado que mescla elementos 3D e 4D e faz parte de um projeto de relançamento de um antiguíssimo teatro na Broadway, abandonado em mais de 20 anos. Só a reestruturação do local foi orçada em 30 milhões de dólares, e nele será exibido o musical que contará a história da Broadway com as principais cenas que marcaram os musicais nova-iorquinos. Christina gravou a participação dela em 2014 interpretando Evita. Ela gravou não apenas a cena como também sua própria versão para “Don’t Cry For Me Argentina” – mas a expectativa logo foi barrada por diversos problemas na execução do projeto (leia nosso arquivo de notícias aqui).

Projeção do novo teatro

Agora, segundo o estúdio responsável pelo projeto, a coisa definitivamente sairá:

“A impressão que nos passou é que o motivo pelo qual Broadway 4D teve uma jornada difícil foi porque ninguém entendeu bem o conceito. A pessoa responsável pelo financiamento teve problemas logo depois de começarmos, precisamos encerrar a produção tão logo Christina Aguilera filmou uma performance espetacular no papel de Evita. A decepção foi monumental – ver o projeto congelado simplesmente porque uma pessoa não conseguiu entregar o que havia prometido. Agora, finalmente vamos conseguir trazer ele à tona, e acho que esse é o tipo de projeto que vai durar muito além de mim e da minha vida. Ele une todas as coisas que amo: musicais da Broadway e atrações em 3D e 4D. Muita gente não percebe que nós já construímos os cenários e – como disse acima – filmamos Christina Aguilera como Evita – isso já está em 3D e pronto para ser lançado.

Não se sabe ainda quais artistas que originalmente estavam no projeto já gravaram suas partes além de Christina e se ainda continuam a bordo do musical. Originalmente, o musical também teria Hugh Grant cantando “Oh! What a Beautiful Morning,” Antonio Banderas, entre outros.  Bryan Singer, diretor de Hollywood, ficou com a direção.

3 comentários

Responder

Por favor, comente
Por favor, digite seu nome