Vídeo | Christina participa de movimento anti-armas e homenageia vítimas de Orlando

5

Parece que Christina está mesmo engajada com o movimento da indústria do entretenimento na adoção de leis mais rigorosas no controle de armas nos Estados Unidos. No curso dessa semana, ela foi uma das artistas envolvidas em um vídeo gravado por diversos artistas com discursos de reforma da lei do armamento. Participaram também da homenagem os artistas Sia, Glenn Close, Whoopi Goldberg, Rita Ora, Boy George e uma filha de um roqueiro famoso, Kelly qualquer coisa. O mesmo vídeo, intitulado “We Are Orlando”, foi transmitido em um evento chamado “Trailblazer Honors“, que será transmitido na TV hoje, que está na 3º ano e é dedicado à comunidade LGBT.

Infelizmente, o vídeo só está disponível nos Estados Unidos e todos os links alternativos que encontramos foram retirados do ar. Se você conseguir achar em algum lugar, compartilha conosco nos comentários!

Atualização – Obrigado, João!

Outra das homenagens que contou com a participação de Christina foi a carta aberta da Billboard, que traduzimos para vocês logo abaixo. Ela foi aderida por esse monte de gente aí em cima (clique na imagem para ver em tamanho maior).

Uma carta aberta ao Congresso:

Acabe com a violência armada agora

Na qualidade de principais artistas e executivos da indústria musical, estamos somando nossas vozes no refrão cantado por tantos americanos que exigem mudanças.

A música sempre foi celebrada coletivamente, em pistas de danças e teatros de concertos. Mas esse ato comum da vida, como tantas outras experiências rotineiras – ir à escola, à igreja ou ao trabalho – está ameaçada por causa da violência armada nesta país.

Se tem algo que a tragédia de Orlando deixou evidente, é que é fácil demais para pessoas perigosas colocar as mãos em armas.

Estamos chamando o congresso para fazer mais na prevenção da violência armada que mata mais de 90 cidadãos todos os dias e fere centenas mais, incluindo:

  • Exigir uma busca de antecedentes para cada venda de arma
  • Impedir que pessoas suspeitas de terrorismo comprem armas

A Billboard e os abaixo-assinados imploram a vocês – as pessoas eleitas para nos representar – que fechem as brechas fatais que colocam em risco a vida de tantos fãs da música – e nossas.

Atenciosamente,

Christina Aguilera

5 comentários

  1. a Christina tem q lutar é contra o islã, e não contra as armas! armas sozinhas não fazem mal a ninguém, o islã é um câncer q deve ser erradicado o quanto antes!
    a Christina se acha tão esperta, como pode não enxergar algo tão óbvio????

Responder

Por favor, comente
Por favor, digite seu nome