Soundbreaking | Confira o segmento de Christina no documentário sobre grandes vozes

13

A série-documentário Soundbreaking, exibida em 8 episódios pelo canal PBS, já divulgou seu episódio sobre grandes vozes, originalmente previsto para ser exibido no mês de novembro (relembre nossa matéria original aqui). Com uma hora de duração, o capítulo dedicado ao “instrumento humano” contou com uma entrevista inédita de Linda Perry e os bastidores de seu trabalho com Christina – notadamente nas gravações de Beautiful.

A entrevista de Perry, intercalada com cenas do MTV Diary de 2002, do Storytellers de 2010, e com várias fotos das gravações do Back to Basics (algumas, inéditas), tem como foco o perfeccionismo de Christina. Para Perry, não existem muitas Christina no mundo – uma voz não só poderosa como também absurdamente versátil – que, a seu ver, tem como maior inimiga a necessidade que sua dona sente em reproduzir takes à exaustão até alcançar o som “perfeito”. Confira o segmento:

O episódio completo pode ser visto aqui, para quem se interessar (a parte de Christina começa aos 45 min). As fotos da sessão de Back to Basics estão aqui.

13 comentários

  1. Adoro histórias de bastidores. Deu saudades de Back to Basics também.

    Não acredito que a Christina implorou durante 7 meses até dias antes do lançamento do Stripped!

  2. Tb adoro essas histórias de bastidores! E eu tive a noção do perfeccionismo da Christina no dia que eu ouvi aqueles takes de You Lost Me que vazaram…ela cantando “and wEeEeEeEeEe had magic, and thIiIiIiIis is tragic” PERFEITAMENTE, igual no CD mas mesmo assim ela manda “awful” no final hahaha

    • Hahaha, totalmente!

      Eu lembro de pensar em alguns dos takes: “cara, a voz dela é muito forte”. Aí vem aquela voz fininha dela: “ai tá horrível”. hahah, oi?

  3. Tava lembrando do dueto com o holograma de Whitney Houston. Christina detonou em umas sequências, assim deixando a música num grau maior de dificuldade do que o original apenas com a Houston. Interessante também é o grau de dificuldade da “Anywhere But Here” from the Broadway musical.

  4. alguem manda a xtina sair da toca? dificil esses dias sem noticias!
    essa noite sonhei que tínhamos notícias sobre o lançamento do álbum novo

  5. Eu sei que não tem nada a ver com a Christina e eu não devia comentar isso aqui mas alguém viu a performance da Britney no VMA? Afff achei constrangedor, playback mal feito, passos de dança que não mudam desde o início da carreira dela, joga o cabelo para um lado e depois para o outro e ainda assim esse single da Britney está na segunda posição do itunes e o clipe com milhões de visualizações. NADA contra a Britney e esse single dela até é viciante mas achei essa performance constrangedora. Change da Christina, com vocais impecáveis, letra com significado, entrou no itunes e saiu logo. Atualmente a qualidade não é valorizada, tudo tem a ver com a base de fãs e da divulgação que a equipa/e da cantora faz.

    • Eu acho que é porque o Change não é um single carro chefe de um disco da Xtina. Ela lançou no momento para arrecadar fundos e homenagear as vítimas do atentado à boate. Não tem como comparar ambas. Christina só fez um live dela na TV, e a Britney tá saindo até em bula de remédio com Make Me.
      Quanto ao resto, acho que as performances da Britney atualmente, e a voz, etc dela, estão bem ruins. Mas se os britfans gostam, né? Eles vão comprar e promover a artista que eles curtem. Do mesmo jeito que a gente ama os berros da Xtina, e tem gente que odeia. Quem gosta, compra e ponto. Enfim. Queria a Christina de volta com álbum novo, mas acho que ela anda ocupada demais com outros projetos além desse.

    • Eu vi. Não só disfarçou mal fazer o playback, como foi muito constrangedor. E quando ela colocou-se de 4 e abanou a extensões? era impossível cantar e rodar a cabeça.

      Foi muito embaraçoso. Tenho pena dela. Ela , de facto, voltou com um corpão. Mas a verdade, é que por muito que falem do regresso dela, ela continua a dançar sem garra, nem força no olhar. Ela continua a fazer música e a performar porque sim. E isso é muito triste. é prisioneira de si mesma, acho que pouco realmente mudou desde aquele documentário da mtv.

      Apesar de ter ouvido algumas músicas do novo álbum que tenha gostado.

      E tu disseste tudo com a última frase: ” tudo tem a ver com a base de fãs e da divulgação que a equipa/e da cantora faz”

Responder

Por favor, comente
Por favor, digite seu nome