Tracks | Christina faz sua estreia como produtora executiva na TV

0

Aconteceu ontem a estreia de Tracks, o primeiro programa da produtora de Christina e Matthew Ruttler, a MX Productions. A competição, exibida pelo canal à cabo SpikeTV, foi produzida em parceria com a LionsgateTV (assim como todos os projetos planejados da MX até agora) e chegou às telas para testar o público: ainda sem primeira temporada confirmada, o que foi ao ar ontem foram dois episódios de 30 minutos cada para analisar a recepção do formato e dos números de audiência. Para quem ainda não sabe, o foco de “Tracks” é colocar participantes para adivinharem músicas com base em poucas notas musicais. Tipo um Shazam humano. Os participantes também devem responder, durante a competição, quizes sobre a indústria musical.

Não haviam grandes expectativas. “Tracks” é um programa do SpikeTV, um canal à cabo que vê seus sucessos – como o atual Lip Sync Battle – escalonar aos poucos no decorrer da exibição, apostando mais na repercussão trazida pelos comentários em redes sociais do que em rounds promocionais na TV e afins. E, se o rosto do programa é na verdade o apresentador é o rapper Bow Wow, foi Christina quem subiu ao palco para dar luz à sua primeira exibição para a TV. Ela participou da estreia da competição e ainda fez duas rápidas performances de Fighter e Uptown Funk – mais como um gostinho à plateia já que o programa é totalmente integrado a esse tipo de número musical curto.

Se o programa colar, a aparição dela não deve se repetir muito – já que seu trabalho é atrás das câmeras. Existe a promessa, no entanto, de que o programa levará outros artistas ao palco para compor os números rápidos: ontem, foi a vez de Tommy Lee, que tocou bateria para Christina durante as apresentações dela.

Até agora, não sabemos muito bem como foi a estreia. A repercussão foi grande em dois momentos: quando a competição foi anunciada e quando o vídeo de Uptown Funk foi divulgado na web. Hoje, não encontramos muita coisa por aí. Na audiência, “Tracks” cumpriu seu papel: seus dois primeiros episódios alcançaram o número, ainda estimado, de 265 mil e 198 mil espectadores (200 e 100 na faixa 18/49). É um número normal para a TV à cabo nos Estados Unidos. Nada estrondoso, nada ruim. Normal. Se vai agradar o Spike, só vamos saber quando for anunciado se o programa será encomendado para uma primeira temporada completa.

Também não encontramos vídeos, mas uma foto indica que Christina foi objeto de um dos quizes da competição: “Qual o filme estrelado por uma diva pop que mais arrecadou nos cinemas?”. Dentre as opções – Glitter (de Mariah), From Justin to Kelly (de Kelly Clarkson) e Burlesque, obviamente Burlesque era a resposta vencedora. Coitado do candidato que errasse, né? Você está no programa produzido pela criatura que figura dentre as respostas.

Aliás, os candidatos foram um dos fatores que mais chamaram a atenção de alguns fãs que acompanharam a estreia. Nós não vimos o episódio, mas muitos tiveram a sensação de que os competidores eram atores – daquele tipo bonitinho e bem exagerado nas expressões – para dar um pouco de emoção e drama à competição. Se essa vai ser a norma, só no futuro poderemos descobrir. Ou não.

Responder

Por favor, comente
Por favor, digite seu nome