Compositora relembra parceria com Christina em ‘Lotus’

Candice e Christina assinaram 7 músicas em Lotus

21

Candice Pillay, uma das principais colaboradoras no ‘Lotus’ de Christina, rememorou em recente entrevista a trajetória de sua carreira até hoje. A compositora conta que nunca pensou em ser compositora, mas quando escreveu a música ‘Cockiness’, que era para ser sua mas acabou sendo vendida para Rihanna, sua vida mudou.

“Christina Aguilera me ligou dizendo: ‘Eu quero uma Cockiness’.

Ela conta que a reação do mercado foi instantânea: no mesmo momento em que Cockiness saiu, recebeu ligações de Christina, de Selena Gomez e todo mundo mais querendo uma faixa com o mesmo som. Foi nessa hora que Candice percebeu que seria uma compositora. “Eu acabei fazendo 8 músicas no projeto da Christina Aguilera. Percebi que as pessoas estavam querendo que eu escrevesse, então eu preciso ser boa nisso“. Das 8 músicas compostas em parceria com Candice, 7 foram para o álbum: “Lotus Intro”, “Make the World Move”, “Cease Fire”, “Circles”, “Best of Me”, “Shut Up” e “Light Up The Sky”. Até agora, não se tem notícia do envolvimento de Candice com o #X6.

21 comentários

  1. Nossa, não sabia que tanta música foi composta por ela, a Xtina não compôs muito para esse álbum.
    O que eu acho estranho, sabendo como ela é, e a personalidade forte que ela tem, achei que a partir do Stripped ela iria fazer todas as suas músicas com algumas parcerias, afinal, ela batia o pé no chão com isso. Ela devia ter mais foco nas letras e não ficar aceitando música dos outros porque as letras que ela faz são bem melhores, porque são verdadeiras e tem sentimento. Eu prefiro ficar ao ponto de chorar com uma I’m Ok, do que ficar no tédio com Make The World Move, ou Circles que acho verdadeiramente que não combina com ela. Se ela não liga para vendas porque grava músicas comerciais? Your Body muita gente gosta, mas acho comercial demais. Quando ela demora um pouco para lançar o álbum, acaba sempre acrescentando músicas que não tem muito a ver.
    O Stripped estava todo sentimento, puro, demorou um pouquinho e surgiu Dirrty, Can’t Hold Us Down, Get Mine, Get Yours, que eu gosto muito, porém não acho que tenha a ver. No Bionic também, de repente me surge I Hate Boys, Woohoo, Not Myself Tonight, e outras, que se você for pensar também não tem muito a ver com o resto, é como se fosse dois em um todo misturado. É estranho ouvir Woohoo e All I Need no mesmo álbum, apesar de que eu amo ainda sim, por ser tão diversificado.
    Mas ela escreve muito bem e deveria fazer outro Stripped em relação as suas letras, afinal, no álbum é como um diário, e álbum é para os fãs.

    • Vou ser obrigado a discordar em alguns pontos heuuehue eu acho que Lotus foi um álbum com envolvimento baixo de Christina, pois ela estava claramente desinteressada. Pra mim, foi algo que a RCA fez ela lançar depois de Bionic, pra ela não ficar muito tempo sem lançar álbum sendo que o último foi um “desastre”. Com relação a Stripped, acho que todas as músicas, sentimentais ou não, fazem sentido no álbum que mostrou muito vem como e quem ela era. E Bionic eu concordo que há uma discrepância muito grande no estilo e principalmente no conteúdo das músicas, mas tudo foi muito vem feito e o álbum flui muito bem, na minha opinião. E, apesar de concordar que ela deveria fazer um álbum mais intimista para os fãs, creio que este não é o momento. Christina tem poder e talento o suficiente pra lançar seu “Ray Of Light” / “The Emancipation Of Mimi”

  2. ela é eclética, gosta de músicas intimistas, com letras bonitas e profundas. Mas tem o lado da sexualidade que ela sempre gosta de explorar, e eu que particularmente amo, adoro a Xtina, XTINA! Também gosto da Christina Aguilera, mas adoro a Xtina – safada que não tem medo ou vergonha, ao contrário, expressa a sexualidade com orgulho – adoro músicas como Sex for Breakfast, sei que pode parecer que grava para ser comercial e polêmico, mas acho tão natural dela.

    outra nessa linha que também me amarro é a citada rihanna. acho super normal ter um cake ou work e depois vem com um diamonds ou stay. sempre lembro da xtina nesse ponto dela, vai do profundo ao “bitch, sou uma mulher e amo meu corpo e sexo” de forma super tranquila.

    • Concordo plenamente! Pra mim, a artista que mais se aproxima da Christina nesse sentido é justamente a Rihanna.

    • É impressionante ver o crescimento da rihanna. As pessoas falavam que ela era comandada e ela tomou as rédeas da própria carreira e fazendo até músicas profundas.

  3. Sim, é verdade mas o que eu quis dizer em relação as letras do Stripped por exemplo, era a Christina ali de um jeito ou de outro, porém eu acho o assunto abordado dessas letras meio diferente pelo o que parecia a ideia no começo. Um momento em que ela se abriria para os fãs pela primeira vez tocando em assuntos mais intimistas e de certa forma se ela tivesse lançado o álbum um pouquinho antes, não existiria essas músicas no álbum. Claro que, conforme vai evoluindo aa gravações e tomando forma, vai mudando mesmo é normal. E acredito que ela deixou letras muito boas sem gravar naquela época que tinha mais a ver. A dirrty por exemplo pra mim é uma música comercial que ela queria causar e chegar com tudo, e faz sentido nesse caso. E sinceramente hoje seria estranho imaginar o Stripped sem essas músicas kkkk
    E concordo ela é eclética, e foi por isso que virei fã, ela não fica na mesmice. Eu também amo quando ela faz a mais sensual, também acho que é natural dela, isso dá ver desde o começo. Mas sei lá, tenho a impressão que nesses 3 álbuns ela começou de um jeito diferente porque ela sempre acrescenta essas músicas diferentes depois, de última hora. Talvez seja impressão minha também kkk No caso da música sex for a breakfast eu acho mais a cara dela, é tipo lovin’ me 4 me. É que nem B2B, nasty naughty boy por exemplo eu acho super ela ali, aliás esse álbum é diferente. Não chega a ser intimista nas letras, porém acho mais a cara dela. Na verdade eu amo todos os lados diferentes, mas eu tô mesmo com saudade da Christina de I Turn To You 😍😍😍
    Mas gente, não compara o estilo dela com a Rihanna não, a Ri é uma esquisita. No começo até vá, mas sei lá, não acho ela nada sensual, acho ela dopada isso sim kkkkkk
    Perdão quem gosta dela 😆

    • Entendi haha realmente, também concordo que ela deve mudar MUITO as direções do álbum porque demora séculos pra lançar, por isso Lotus é muito não-Aguilerístico pq foi lançado com um ano de preparo praticamente. Acho que nesses 5 anos ela deve ter feito tanto álbum que quando lançar já não vai ser #X6 e sim #X45

  4. Aqui está o stormy weather com uma bela introdução e a ovação merecida. E o entusiasmo de Will Smith.

  5. Gente eu sei que nao tem nada haver postar aqui, mas fiquei curiosa com uma coisa… Christina tem uma irma né? Nunca vi fotos recentes das duas juntas ou estou me confundindo e ela é filha única .

    • Jane, Christina é a mais velha de 5 filhos, contando meio-irmãos 🙂 Ela é a mais velha e tem sim uma irmã de sangue, a Rachel. Acho que elas foram vistas juntas recentemente, mas a Rachel não curte muito holofote e leva uma vida mais low-key. Ela mexe com artes 🙂

  6. Pessoal alguém sabe me dizer se existe algum vídeo de um show que Christina fez para coca na era back to básica…. Ela usa um look preto com vermelho …
    Sou louco pra ver algo, acho ela tão linda nas imagens….😁
    Vlw

  7. E pelo visto lá vamos nós de novo sem noticias, sem album, sem live, sem NADA. Colabora Xtina, pelamor minha fia rs

  8. Nem na marcha para as mulheres a Christina foi, poxa…#triste

    A oportunidade que ela tem de perder umas calorias, ela rejeita lol

    Só descontraindo galera…nao me incomodo com o peso da Xtina, pelo contrario, acho ela mais sexy com todas as curvas e bundao e tb sei que a marcha foi algo muito serio e bacana.

    Mas na falta de noticias, a zueira never ends lol

Responder

Por favor, comente
Por favor, digite seu nome